CENTRO DE MEDICINA DA FAMÍLIA E COM. FACERES

A faculdade de medicina FACERES de São José do Rio Preto,  inaugurou oficialmente hoje,  dia 24 de setembro, às 9 horas, o Centro de Medicina da Família e Comunidade Santo Antônio. O espaço é uma extensão da UBS Santo Antônio, na região norte da cidade, foi construído com recursos da faculdade e vai ser um ponto de atendimento para tratar de doenças consideradas de atenção básica. “Os moradores da região norte da cidade terão o atendimento gratuito, que já é realizado na UBS Santo Antônio, só que de forma ampliada. Cerca de 80 profissionais irão trabalhar na unidade e farão atendimento de atenção básica à população”, afirma o mantenedor da FACERES, Dr. Toufic Anbar Neto.
Foram cerca de quatro meses de construção do prédio. A nova unidade tem 25 salas de atendimento ambulatorial, e está construída em um terreno de 4.570 m² cedidos pela prefeitura  através da UBS do bairro. É uma obra de grandes proporções com investimento de R$ 2,5 milhões e gastos com o funcionamento, em torno de R$ 190 mil mensais, ambos custeados pela faculdade.
Além de beneficiar a população, com o aumento do atendimento básico na região, o Centro de Medicina da Família e Comunidade irá contribuir para a formação de novos profissionais da área da saúde. “A extensão da UBS Santo Antônio também será um espaço para os alunos da FACERES fazem estágio. Irão trabalhar no Centro de Medicina da Família e Comunidade professores do curso de medicina, residentes, técnicos de enfermagem, enfermeiros, funcionários do departamento administrativo e os alunos do cruso”, completa o mantenedor da faculdade.
O atendimento dos pacientes é baseado na assistência básica. Os profissionais vão atender casos que normalmente são realizados nas unidades básicas de saúde, como acompanhamento de diabéticos, hipertensos, tabagistas, gestantes, além da realização de busca ativa dos pacientes nas residências “O foco dos profissionais que trabalharão na unidade e da formação dos residentes é de médicos generalistas, em que o profissional está apto a resolver 80% dos problemas dos pacientes, fazendo com que ocorra a diminuição nas filas de espera por atendimento”, diz Dr. Toufic.
A estimativa inicial é de atender gratuitamente 10 mil pessoas por mês. As atividades do Centro de Medicina da Família e Comunidade devem contribuir para a redução do atendimento de outras unidades de saúde de São José do Rio Preto. A expectativa é que tenha uma diminuição de 78% dos atendimentos da UPA Santo Antônio, 31% da UPA Norte, 15% da UPA Jaguaré, e 19% do Ambulatório de Especialidades.
O evento, contou com a participação de autoridades, convidados, alunos e professores da FACERES, inclusive com a presença do Prefeito Valdomiro Lopes.

  • Fotógrafa: Eloisa Mattos
  • Publicado em: 24/09/2016
  • Eventos: