MOSTRA DO SESC RIO PRETO CELEBRA 30 ANOS DA CIA DE TEATRO OS SATYROS

O especial celebra, em três dias de programação, com espetáculos, bate-papo e filme, escolhidos pela relevância e temas.

Comemorando 30 anos de palco, a Cia. de Teatro Os Satyros celebra suas três décadas na mostra Os Satyros – 30 anos, no Sesc Rio Preto, com espetáculos, exibição de filme e bate-papos. De 9 a 11 de maio, a Companhia paulistana encena os espetáculos Mississipi, Cabaret Transperipatético, além de participar de bate-papo sobre processo criativo e ter exibição de filme produzido pelo seu núcleo artístico.

Para abrir a comemoração da efeméride, no dia 9, às 19h30, a trupe estreia Mississipi, sua nova montagem teatral. A partir de pesquisas realizadas pelo grupo sobre o cotidiano das pessoas em situação de rua que vivem no entorno da Praça Roosevelt, Os Satyros produzem um espetáculo que aborda a questão urbana nos últimos 20 anos. Após o espetáculo, diretor e dramaturgo Rodolfo García Vázquez e o dramaturgo Ivam Cabral, ambos fundadores da Cia, participam de um bate-papo com público, falando sobre o processo de criação do espetáculo Mississipi.

No dia 10, Os Satyros apresenta o espetáculo Cabaret TransPeripatético. A peça é a segunda parte da Trilogia do Antipatriarcado, composta por Pink Star e a remontagem de Transex.

O elenco de Cabaret TransPeripatético é composto por atuantes que possuem experiências biográficas que vai de encontro com a proposta do espetáculo. A pesquisa do elenco foi desenvolvida durante quatro meses e traz atrizes transexuais/travestis, atores transexuais, ator agênero e atriz intersexo. No espetáculo manifesto, Os Satyros buscam discutir os desafios desses corpos livres, contrapondo o estigma de corpos dissidentes na sociedade. Um grito de liberdade e de representatividade, para falar sobre afeto, espaço social, opressão, transfobia, empoderamento, angústias e sonhos. Onde os artistas ora interpretam eles mesmos, ora interpretam figuras e personagens que conduzem as esquetes do espetáculo. A trilha sonora da peça é também construída por artistas transexuais.

Fechando a mostra Os Satyros – 30 anos, no dia 11, às 17h, é exibido o filme A Filosofia na Alcova, desenvolvido pela produtora Satyros Cinema, que faz parte do núcleo artístico dOs Satyros. “A Filosofia na Alcova” é um romance publicado clandestinamente em 1795. Escrito originalmente por Marquês de Sade, o romance  considerado um dos mais famosos da época. Após a exibição, bate-papo com os diretores Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez.

Os ingressos para os espetáculos e filme podem ser adquiridos na bilheteria ou no site do Sesc Rio Preto.

Sobre a Companhia

 

Os Satyros foi fundado em 1989, por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez. Já em seus primeiros anos de existência, se destacou por sua linguagem radical e temas polêmicos, com montagens como Sades ou Noites com os Professores Imorais (1990) e Saló, Salomé (1991).

Em 1992, a companhia foi convidada a participar de festivais europeus, em Portugal e na Espanha. Devido à grave crise política e econômica que dominava o Brasil, a companhia se transfere para Lisboa, em um exílio voluntário até 1999.

Em dezembro de 2000, retornam a São Paulo, abrindo uma sede na Praça Roosevelt, na época considerada uma das regiões mais deterioradas do centro de São Paulo.

Programação Completa

ESPETÁCULO

MISSISSIPI

Com a Cia. Os Satyros.

120 min. Texto: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez Direção: Rodolfo García Vázquez.

Durante os últimos vinte anos, a Praça Roosevelt passou por um processo de profunda transformação, de local perigoso a um efervescente ponto cultural. As personagens principais são pessoas em situação de rua e os desafios de suas vivências na região, como o tráfico, a dificuldade de sobrevivência, a violência e o abuso policial, entre outros.
Dia 9, quinta, 19h30.

Teatro. 228 lugares.

 R$ 20,00 R$ 10,00 R$ 6,00.
link de vídeo 

BATE-PAPO

30 ANOS DE SATYROS

Uma conversa sobre a trajetória da companhia, as mudanças na Praça

Roseevelt, os aprendizados e os projetos futuros d’Os Satyros.

Dia 9, quinta, 21h30.

Teatro. 228 lugares.
Bate-papo exclusivo para plateia do espetáculo Mississipi.

ESPETÁCULO

CABARET TRANSPERIPATÉTICO

Com a Cia. Os Satyros. 75min Direção: Rodolfo García Vázquez. Elenco: Daniela Funez, Elliot Ludovi, Fernanda Kawani, Gabriel Lodi, Ingrid Soares, Léo Perisatto, Luh Maza e Sofia Riccardi.
Um espetáculo manifesto, um grito de liberdade e de representatividade para

falar sobre afeto, espaço social, opressão, transfobia, empoderamento, angústias e sonhos.

Dia 10, sexta, 19h30.

Teatro. 228 lugares.
R$ 20,00 R$ 10,00 R$ 6,00.

 

EXIBIÇÃO

A FILOSOFIA NA ALCOVA

Com a Cia. Os Satyros. Dir: Ivam Cabral, Rodolfo García Vázquez.

Brasil, 2017, 76 min.           
Baseada na obra homônima do Marquês de Sade, obra publicada clandestinamente no final do século 18, a peça traz uma narrativa que trata

da educação sexual de uma jovem virgem, Eugénie, que aprende as artes da

libertinagem através dos ensinamentos e experiências de Dolmancé e da senhora de Saint-Ange.
Dia 11, sábado, 17h.

Teatro. 228 lugares. Grátis.

www.eloisamattos.com