OS BASTIDORES VÃO PARA OS HOLOFOTES NO DEBATE DESTE SÁBADO NO FISSURA CRIATIVA

Festival recebe profissionais da área técnica para debater as especificidades, processos e curiosidades da criação

 

A arte está muito além daquilo que os olhos veem audible hörbücher auf pc downloaden. Para que o resultado final chegue ao público, o trabalho daqueles que estão nos bastidores é fundamental. Sem uma equipe técnica de qualidade, preparada para transformar a imaginação em realidade, os projetos nunca sairiam do campo da ideia paw patrol downloaden.

E são esses profissionais que vivem por trás dos palcos que vão para os holofotes neste sábado, 3 de abril, em mais uma edição do Festival Fissura Criativa fireshot downloaden. O encontro virtual, com o tema “A Arte Invisível: Tecnicamente Falando”, será a partir das 11h, com transmissão ao vivo pelo Youtube da casa de criar – escritório de arte, que realiza o festival em parceria com o poeCity – duas plataformas criativas sediadas em São José do Rio Preto (SP) nero 7 kostenlos herunterladen deutsch.

O mediador do debate, juny kp!, fundador da casa de criar e curador do festival, recebe o ator e iluminador Luis Fernando Lopes, o técnico de som Marcelo Di Giuli e o ator e diretor Alexandre Manchini para debater sobre suas especificidades, curiosidades e o permanente diálogo necessário para que toda a magia aconteça android market app kostenlosen.

Na conversa, os quatro vão debater o processo de criação da arte do ponto de vista técnico. Luz, sonoplastia, cenário, figurino, todas as etapas e elementos que, como um quebra-cabeças, vão se unindo e montando o que será o resultado final apreciado pelo público need for speed no limits kostenlos downloaden.

Para assistir ao encontro, basta acessar o link http://bit.ly/fissura-criativa_a-arte-invisivel e definir o lembrete para ser lembrado no dia e hora do bate-papo herunterladen.

 

Fissura Criativa

Diferentes áreas de atuação dos profissionais criativos (como música, fotografia, design gráfico, dança, ilustração, tatuagem, artes cênicas, turismo, propaganda, gastronomia, arquitetura, urbanismo, grafismo indígena, letramento, graffiti, moda e economia criativa) serão abordadas nos debates do Fissura Criativas, todos eles mediados pelo artista visual juny kp!, fundador da casa de criar e curador do festival microsoft office word 2007 download kostenlos vollversion deutsch. Os encontros virtuais reúnem trabalhadoras e trabalhadores da criatividade como designers, fotógrafos, ilustradores, tatuadores, técnicos de som e luz, pesquisadores, empreendedores e artistas downloaden van youtube app.

A comissão organizadora do Festival Fissura Criativa também é composta por Carolina Manzato (produtora artística), Wagner Orniz (produtor executivo) e João Gabriel Polizelli (produtor gráfico) herunterladen.

Durante o festival, os participantes são convidados a fazer intervenções gráficas e textuais no perfil do evento no Instagram (@fissuracriativa), em uma grande linear galeria de arte. Outra ação nessa mídia social, executada no mesmo período, é a chamada “Invasão de perfil”, em que usuários são convidados a postar na conta por um período combinado, por meio dos stories, sobre temas ligados à criatividade.

Perdeu algum dos encontros, deseja rever os debates ou quer saber a programação completa do festival? Basta acessar o site www.fissuracriativa.casadecriar.com.br.

 

Serviço:

Festival Fissura Criativa

Quando: até 24 de abril de 2021

Onde: encontros virtuais pelo YouTube da casa de criar. Exposição e intervenções digitais no perfil @fissuracriativa no Instagram

Realização: casa de criar e poeCity, através do Edital 06/2020 – Auxílio para Festivais de Culturas, da Lei Aldir Blanc

 

3 de abril de 2021

 

11h – A ARTE INVISÍVEL: TECNICAMENTE FALANDO

Encontro sobre o trabalho dos profissionais da área técnica que atuam atrás dos palcos. Luz, sonoplastia, cenário e figurino. Três profissionais da cidade debaterão sobre suas especificidades, curiosidades e o permanente diálogo necessário para que toda a magia aconteça. Com o ator e iluminador Luis Fernando Lopes, o técnico de som Marcelo Di Giuli e o ator e diretor Alexandre Manchini.

www.eloisamattos.com