PRÊMIO NELSON SEIXAS

 

 

Espetáculo inspirado em histórias colhidas no Noroeste Paulista será exibido gratuitamente a partir deste sábado (10/10), até 10 de novembro

 

A Cia. Cênica, companhia de teatro sediada em São José do Rio Preto, disponibiliza gratuitamente em seu canal no YouTube a partir deste sábado (10/10) o vídeo com a filmagem na íntegra do espetáculo “Terra abaixo, Rio acima”, inspirado em histórias colhidas no Noroeste Paulista. A peça é de rua e itinerante, com a plateia e o elenco caminhando juntos. A apresentação exibida no vídeo foi realizada na área externa da Swift.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a exibição online, que acontece até 10 de novembro, substitui as apresentações presenciais previstas inicialmente no projeto, que foi um dos selecionados pelo Prêmio Nelson Seixas 2020 na modalidade circulação.

A peça inspira-se em histórias que envolvem a construção da usina hidrelétrica de Ilha Solteira, no Rio Paraná, concluída em 1978, como a lenda da Velha Barrageira, e em fatos históricos como a Revolta do Arranca-Capim, encabeçada por camponeses em Santa Fé do Sul. Em cena, o repertório musical é tocado e cantado ao vivo pelo elenco.

Uma das personagens é inspirada em Aparecido Galdino Jacintho, o Aparecidão. Aparecidão, que morreu em março deste ano, aos 97 anos, foi líder religioso na antiga cidade de Rubineia, inundada pelas águas do lago artificial da usina. Ele era conhecido na época por benzer e curar pessoas e animais e foi retratado no documentário “O Profeta das Águas”, de Leopoldo Nunes.

A partir de seus estudos para criar o espetáculo, a Cia. Cênica bebeu na fonte do realismo mágico, misturou e reinventou eventos e personagens, dando espaço ao imaginário. Em cena, a música é tocada e cantada ao vivo pelo elenco.

 

Redes sociais

Antecedendo o início da circulação, a Cia. Cênica está publicando em suas redes sociais (Facebook @cia.cenica e Instagram @ciacenica) uma série de 15 vídeos em que os artistas contam detalhes sobre o processo de criação da peça, com temas como figurinos, preparação vocal, música, memória, o ator e a rua. Nesta sexta (9/10), a atriz e produtora Simone Moerdaui encerra a série, com o vídeo “Cultura e Desenvolvimentismo”.

Durante a exibição do vídeo no YouTube, as ações nas redes sociais continuam. A companhia realizará a campanha “Uma foto, uma memória”, publicando imagens envolvendo o espetáculo, acompanhadas de relatos dos artistas sobre o momento em que foram captadas. As publicações acontecerão às terças, quintas e domingos.

 

Trajetória

“Terra abaixo, Rio acima” foi concebido em 2016 a convite do Festival Literário Paulista, em Iguape (SP), que naquele ano homenageou o escritor de literatura fantástica Murilo Rubião. Desde a sua estreia, a peça circulou por mais de 50 cidades brasileiras, participando de festivais como o FIT – Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto, e de importantes eventos como o Circuito Sesc de Artes.

 

Lives

A circulação online também contará com a realização das lives “Desapresentações – Fios da Memória”. Serão três encontros online e ao vivo com transmissão no canal da companhia no YouTube. O elenco do espetáculo irá receber convidados para três bate-papos sobre a memória e a história de Rio Preto a partir de três eixos: povos originários, meio ambiente, urbanização e patrimônio histórico-cultural. As lives acontecem nos dias 20, 21 e 22 de outubro, sempre às 20 horas.

 

Assessoria de Imprensa

Graziela Delalibera – MTb: 099/DRT-TO

(17) 99114-1343

grazidalla@gmail.com

 

SERVIÇO:

Circulação online do espetáculo “Terra abaixo, Rio acima”

Onde: canal da Cia. Cênica no YouTube (www.youtube.com/user/ciacenica)

Quando: de 10 de outubro a 10 de novembro de 2020

Realização: Cia Cênica, através do Prêmio Nelson Seixas 2020, da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Rio Preto

Gratuito

Teaser: https://www.youtube.com/watch?v=Y1SLSth8MXQ&feature=youtu.be

 

Sinopse:

O progresso chega a uma pequena comunidade e, com ele, as águas. Casas, terras, pessoas, memórias, tudo é represado, submerso. Em um dia daqueles, em que o rio vira mar, os moradores e suas histórias fantásticas decidem emergir em busca de algo que se perdeu. O espetáculo tem como ponto de partida o realismo mágico e é inspirado em histórias colhidas no Noroeste Paulista.

 

Ficha técnica

Dramaturgia: Graziela Delalibera e Fagner Rodrigues

Direção: Fagner Rodrigues

Pesquisas histórico-culturais: Cia. Cênica e Claudia Borges

Orientação em pesquisa de intervenção no espaço urbano: Juliana Calligaris

Composições inéditas: Márcia Morelli e Diego Guirado

Preparação vocal: Babaya Morais e Elaine Matsumori

Preparação musical e direção de texto: Babaya Morais

Figurinos: Adbailson Cuba

Cenografia: Fagner Rodrigues

Arte de adereços cênicos: Laura Barbeiro

Elenco: Andrea Capelli e Cássia Heleno (vídeo) – Rosa dos Fogos | Clara Tremura (video) e Vanessa Palmieri – Maria Luz | Diego Guirado – João Viola | Fabiano Amigucci – Galizé | Glauco Garcia – Galdino | Márcia Morelli – Joana Tapera | Simone Moerdaui – Ana Terena

Oficina de orientação em interpretação: Tiche Vianna

Classificação indicativa: livre

Duração: 60 minutos

 

www.eloisamattos.com